DIOCESE
DE PATOS

Solenidade marca reinstalação do Conselho de Defesa da Pessoa Idosa

Aconteceu em Patos, no final da tarde desta quinta, 18 de julho, a solenidade de reinstalação do Conselho Municipal de Direitos da Pessoa Idosa. O evento aconteceu em uma das salas de reuniões da catedral de Nossa Senhora da Guia e contou com um considerável número de autoridades, representantes da sociedade civil organizada e conselheiros.

Para dirigir os trabalhos foi composta uma mesa diretora, coordenada pela ex-presidente do referido conselho, senhora Francisca das Chagas Vasconcelos e com as presenças do chefe de gabinete da prefeitura de Patos, Paulo César Dias Costa, do promotor de justiça, Dr. Elmar Thiago Alencar e de Alexandre César, advogado e diácono permanente, que secretariou a reunião.

Antes da fala dos representantes da mesa, a senhora Maria Joseny, conselheira e Coordenadora da Pastoral da Pessoal Idosa na diocese de Patos, fez a leitura de uma nota de repúdio do Conselho Nacional de Direitos da Pessoa Idosa. A referida nota expressa grandes preocupações com as recentes medidas do governo brasileiro que esvaziam, enfraquecem e extinguem várias instâncias de participação popular e controle social das políticas públicas, a exemplo de diversos conselhos temáticos.

Joseny destacou emocionada e agradecida o empenho da Pastoral da Pessoa Idosa, do atual prefeito de Patos, Sales Júnior e todas as forças vivas para a concretização desse sonho em defesa de pessoas tão necessitadas, muitas vezes exploradas e desprotegidas.

Após uma chamada nominal dos conselheiros e constatada a presença da sua grande maioria, o representante da prefeitura e o promotor de Justiça Dr. Elmar declararam reinstalado o Conselho Municipal de Direitos da Pessoa Idosa de Patos.

Ao usar da palavra, o servidor público Robson Sousa, destacou ser conhecedor dos desafios, demandas e importância do Conselho de Direitos da Pessoa Idosa em Patos, já tendo contribuído em gestões anteriores para o seu funcionamento. Ele finalizou agradecido por todas as pessoas e iniciativas tomadas para a sua reinstalação.

O promotor de justiça, Elmar Thiago, dispensou formalidades, para, de forma emocionada falar da realidade por ele vivenciada diariamente para fazer cumprir a lei e efetivar direitos de tantas pessoas e famílias carentes. “Não trouxe nenhum discurso formal pronto. A minha fala sai do coração”, destacou .

Ele enfatizou que cada um de nós tem também uma parcela de culpa pela apatia social, por não cobrar das autoridades e dos gestores públicos, transparência e prestação de contas dos recursos que são nossos.

Dr. Elmar afirmou que será um colaborador dessa causa e concluiu afirmando que a solução para esta problemática está na instalação e pleno funcionamento de diversas instâncias de participação popular e controle social, como esta. “A função é nobre. Quem cuidou, um dia precisa ser cuidado. Que este conselho, não seja um conselho de faz de conta”. Que vocês se inspirem em experiências positivas existentes, desejou o promotor de justiça.

O representante do Prefeito Sales Júnior, Paulo César Dias, agradeceu pela parceria construída e desejou sucesso aos novos conselheiros.

Francisca das Chagas, coordenadora da mesa dos trabalho e ex-presidente do conselho, disse estar confiante e que os novo conselho tem muito trabalho pela frente. Ela sugeriu que na segunda quinta-feira do próximo mês de agosto, seja realizada uma reunião específica para eleição da nova diretoria do referido conselho.

Texto: Pascom Diocesana
Fotos: Assessoria de Comunicação da Prefeitura e Pascom Diocesana

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS