DIOCESE
DE PATOS

Sentido do Tríduo Pascal e sua vivência nas Paróquias de Patos

O espírito quaresmal nos encaminha para a Semana Santa, que precede a Páscoa.

Na liturgia romana o Tríduo Pascal é ponto culminante: “não se trata de um tríduo preparatório para a festa da Páscoa, mas são três dias de Cristo crucificado, morto e ressuscitado. Tem início na celebração da Ceia do Senhor, na Quinta-feira Santa, na missa vespertina, terminando com o domingo de Páscoa”. São dias dedicados a celebrações e orações especiais.

Na Quinta-feira Santa comemoramos a última Ceia da páscoa hebraica que Jesus fez com os 12 apóstolos antes de ser preso e levado à morte na cruz. Durante esta ceia, Jesus instituiu a Eucaristia e o sacerdócio Cristão, prefigurando o evento novo da Páscoa cristã que haveria de se realizar dois dias depois.

O Cordeiro pascal a partir dessa ceia, é Ele próprio, que se oferece num voluntário sacrifício de expiação, de louvor e de agradecimento ao Pai, mareando assim a definitiva aliança de Deus com toda a humanidade redimida do poder do maligno e da morte.

A simbologia do sacrifício é expressa pela separação dos dois elementos: o pão e o vinho, a carne e o sangue, o Corpo e o Espírito de Jesus, inseparavelmente unidos e separados, sinal misterioso ao mesmo tempo de vida e de morte.

Esse evento do mistério de Jesus é também profecia e realização do primado do amor e do serviço na sua vida e na dos que creem, o
que se tornou manifesto no gesto do lava-pés.

Na Sexta-feira Santa a Igreja não celebra a Eucaristia. Recorda a Morte de Cristo por uma celebração da Palavra de Deus, constando de leituras bíblicas, de preces solenes, adoração da cruz e comunhão sacramental.

O Tríduo Pascal termina com as Vésperas do Domingo da Ressurreição. Na verdade, o Cristo ressuscitou, aleluia! A ele o poder e a glória pelos séculos eternos.

A noite do Sábado Santo é a “mãe de todas as vigílias”, a celebração central de nossa fé, nela a Igreja espera, velando, a ressurreição de Cristo, e a celebra nos sacramentos.

Na cidade de Patos  e mais  especificamente na Igreja Mãe, Catedral de Nossa Senhora Da Guia, o Tríduo Pascal está sendo vivenciado num clima de muita espiritualidade e atualização do mistério.

Na tarde da quinta feira, 28, às 17h  aconteceu a Celebração Eucarística da Ceia do Senhor, presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Eraldo.  Das 19:00 às 23:00h :Vigília Eucarística e a meia noite a Tradicional Procissão dos homens.

Nesta sexta feira : às 6h da manhã Via Sacra percorrendo as ruas do centro da cidade;

Às 11h – O Ofício da Agonia seguido da Procissão do silêncio conduzindo a imagem de Nossa Senhora das Dores e às 15:30h  – Celebração da Paixão do Senhor e Procissão do Senhor Morto, que contou com uma  multidão de fiéis.

Neste Sábado Santo acontecerá a Solene Vigília  Pascal ,às 19:30h.

No Domingo, 31, Domingo da Ressurreição, acontecerá celebrações nos horários das 9h, 16h30 e 19h

Nas demais paróquias da cidade a vivência do Tríduo Pascal vem acontecendo com a participação de muitos fiéis.

Texto: Maria Joseny – Pascom Diocesana

Foto: Pascom NSdaGuia

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS