DIOCESE
DE PATOS

Pastoral Familiar vai estimular a capacitação de agentes e implantar catequese matrimonial

A Pastoral Familiar da CNBB NE2 vai incentivar as arquidioceses e dioceses a investir na capacitação de agentes com foco no acompanhamento personalizado para o Sacramento do Matrimônio. O objetivo é aumentar o número de voluntários responsáveis pela preparação dos noivos e ampliar, para no mínimo quatro meses, o período de formação dos casais que buscam o casamento religioso.

A implantação de uma “verdadeira catequese matrimonial” em todas as paróquias de Alagoas, da Paraíba, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte será a meta da Pastoral Familiar em 2021. A medida, segundo a coordenação do grupo, visa atender a recomendação do Papa Francisco expressa na Exortação Apostólica Amoris Laetitia.

“Esperamos que aos poucos em cada paróquia seja substituído os ‘Encontros de Noivos’ por uma formação de mais de quatro meses, a depender da realidade da paróquia. Para os sacramentos da Iniciação Cristã é um tempo maior, mas para o casamento, que também é para toda vida, se faz em um dia, ou algumas horas. Precisamos de cristãos mais convictos dos Sacramentos que celebram”, afirmou o membro da coordenação da Pastoral da Familiar da CNBB NE2, Milton Morais.

Outras prioridades pastorais

Estimular a formação de agentes para a atuação no setor pré-matrimonial foi resultado da 22ª Assembleia Regional da Pastoral Familiar, realizada nos últimos dias 6 e 7. O primeiro encontro totalmente virtual da pastoral também definiu a estruturação das comissões diocesanas e a promoção de momentos formativos com os assessores eclesiásticos e convidados como prioridades para o ano que vem.

Inspirada na Assembleia de Pastoral da CNBB NE2, que definiu a “Palavra de Deus” como eixo das atividades missionárias e evangelizadoras, a Pastoral Familiar pretende realizar até abril um grande Encontro de Formação Regional. O evento, que também será on-line, terá como tema “A missão dos agentes das Comissões Diocesanas da Pastoral Familiar”. Ainda no próximo ano, está prevista a atualização do banco de dados da pastoral, incluindo dados sobre coordenações em nível de paróquias e de dioceses.

Formação e balanço de 2020

A Assembleia Regional da Pastoral Familiar foi transmitida a partir do Seminário São João Maria Vianney, em Campina Grande (PB). Além dos coordenadores, participou do evento o bispo diocesano e presidente da Comissão Regional Pastoral para a Vida e Família, dom Dulcênio Fontes de Matos, que ficou responsável por apresentar o tema do encontro “A Palavra de Deus na vida da família”.

“É junto da Igreja, na pertença à comunidade, na união mística com o Corpo de Cristo que a família sente-se verdadeiramente fortalecida pela escuta da Palavra. Bem-aventurada é a família que apegada à Palavra de Deus a ouve e, não obstante às limitações, procura fazer dela regra de vida”, destacou dom Dulcênio.

Os agentes da Pastoral Familiar também participaram da formação sobre “A espiritualidade neste novo contexto social e na vida pastoral”, conduzida pelo mestre em teologia pastoral e professor do seminário da Arquidiocese da Paraíba, Luís Miranda. Além de avaliar a caminhada no ano de 2020, os presentes vivenciaram momentos de oração e participaram da Santa Missa, que encerrou o evento.

Fonte: cnbbne2.org.br

 

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS