DIOCESE
DE PATOS

Paróquia realiza Primeira Eucaristia na comunidade sítio Carreiro de Pedra

Paróquia de Nossa Senhora do Livramento em conjunto com a comunidade sítio carreiro de pedra celebra Primeira Eucaristia na comunidade.

Hoje falarei a vocês da Eucaristia. A Eucaristia coloca-se no coração da “iniciação cristã”, junto ao Batismo e a Confirmação,  constitui a fonte da própria vida da Igreja. Deste Sacramento de amor, de fato, nasce cada autêntico caminho de fé, de comunhão e de testemunho. (PAPA FRANCISCO)

A Paróquia no mês de agosto realiza a Celebração da Primeira Eucaristia com as crianças. Após participarem dos encontros de catequese, chega o momento tão esperado de receber a sua Primeira Comunhão.

Segundo o catecismo da Igreja Católica, a Eucaristia é o ápice da ação da salvação de Deus: O Senhor Jesus, se fez pão partido por nós, derrama sobre nós toda a sua misericórdia e seu amor, e assim renova o nosso coração, a nossa existência e a maneira como nos relacionamos com Ele e com os irmãos. “Receber a Comunhão”, “fazer a Comunhão”: isto significa que o poder do Espírito Santo, a participação na mesa eucarística se conforma de modo profundo e único a Cristo, nos fazendo experimentar já a plena comunhão com o Pai que caracterizará o banquete celeste, onde com todos os Santos teremos a alegria de contemplar Deus face a face.

Então, a Celebração Eucarística é bem mais que,  um simples banquete: é propriamente o memorial da Páscoa de Jesus, o mistério central da salvação. “Memorial” não significa somente uma recordação, uma simples recordação, mas quer dizer que cada vez que celebramos este Sacramento participamos do mistério da paixão, morte e ressurreição de Cristo. Por isso que quando estamos na missa devemos ter respeito com que acontece no altar, devemos fazer silêncio e ouvir o que Deus quer nos falar. Esquecer nossos problemas e angústias e nos entregarmos totalmente à aquele momento.

“Com a Eucaristia sentimos que pertencemos Igreja, ao Povo de Deus, e a Jesus Cristo. Seu valor nunca terminará em nós. Por isso, pedimos que este Sacramento possa continuar a manter viva na Igreja a sua presença para que tenhamos caridade e comunhão, segundo o coração do Pai. E isto se faz durante toda a vida, mas hoje em especial, após a primeira comunhão, que depois do batismo é o primeiro passo para se aderir a Cristo. Que essas crianças caminhem e conheçam seu valor e sua importância para nossa vida. Que elas continuem firmes e possam participar todos os domingos da Missa, Dia dedicado ao Senhor, para agradecer e louvar ao Pai. Também agradeço aos catequistas que não medem esforços para evangelizar nossas crianças, aos pais e padrinhos  que cumprem sua missão de Cristãos.

Pascom Paroquial

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS