DIOCESE
DE PATOS

Famílias são capacitadas em Gestão da Água para Produção de Alimentos

Na comunidade de Várzea do Feijão, município de Condado-PB, aconteceu nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro, a primeira capacitação em Gestão de Água para Produção de Alimentos (GAPA) realizada pela ASDP, por meio do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2). O curso contou com 57 participantes das comunidades de Várzea do Feijão, Algodões, Caiçara de Baixo, São Francisco, Ipueira do Peixe, Ipueira dos Linhares, Mororó e Várzea dos Currais, que tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre este programa desenvolvido pela Articulação Semiárido (ASA), trocar experiências e debater sobre manejo racional do solo e da água.

Divididos em grupos, os participantes visitaram propriedades das comunidades de Mororó Algodões e Várzea do Feijão, o que propiciou uma importante troca de experiências. Os presentes puderam perceber de forma prática o solo, as fontes de água e as formas de produção características do local.

Para a moradora da Comunidade de Algodões, Sidiney Alves da Silva, este encontro foi de extrema importância para as comunidades e agricultores que participaram, o qual trouxe uma grande troca de experiências.

 Já para o agricultor Paulo de Ornilo, faz uma avaliação positiva sobre os três dias de encontro e destaca a importância do tema abordado. “Com esse encontro podemos aprender novas formas de conviver com o semiárido e, nós agricultores estamos melhorando cada vez mais nossos conhecimentos. E principalmente como foi realizado o encontro, onde visitamos locais e estudamos o solo, a vegetação e conhecemos novas formas para armazenar a água”, destacou.

Por fim, todos relembraram os pontos principais abordados durante os três dias de curso, destacando a importância do uso consciente da água, da preservação do meio ambiente, e da construção coletiva de políticas públicas direcionadas para o desenvolvimento rural do Semiárido.

Este programa, que está sendo executado nos municípios de Condado, Vista Serrana e São José do Sabugi, conta com o patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ele deverá beneficiar diretamente 320 famílias com tecnologias de captação e armazenamento da água para fins produtivos, como cisterna-calçadão, cisterna-enxurrada, barreiro-trincheira e barragem subterrânea.

Ascom ASDP

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS