DIOCESE
DE PATOS

Carta do Bispo Diocesano sobre o Mês Missionário

Patos – PB, 1º de Outubro de 2014

“A Igreja em saída é uma Igreja com portas abertas. Sair em direção aos outros para chegar às periferias humanas…” (EG 46)

Caríssimos Agentes de Pastoral, Missionários e Missionárias da Diocese de Patos,

Saudações!

Por ocasião do Mês missionário que é fruto da consciência formada pelo Concílio Vaticano II de que “A Missão é tarefa de todos os fiéis”, quero chegar ao coração de todas  as lideranças das nossas comunidades para incentivar a ação missionária em nossas atividades e o nosso gesto de partilha  para as missões como já fazemos todos os anos, no mês de outubro de modo particular.

O código de Direito Canônico determina: “Todos e cada um dos Bispos, como responsáveis pela Igreja Universal e por todas as Igrejas, tenham solicitude peculiar pela obra das missões, sobretudo suscitando, fomentando e apoiando as iniciativas missionárias na própria Igreja particular” (Cân. 782- §2).

A Campanha Missionária deste ano estará aprofundando e refletindo o grande desafio da realidade abordada pela CF/2014: O tráfico de Pessoas. Este tema convida a Igreja a ser agente de libertação conta tudo  o  que ameaça a dignidade e a liberdade da pessoa e por isso esta campanha chega com a luz da Palavra de Deus: Missão  para libertar  -“Enviou-me para anunciar a Libertação”(Lc.4,18).

Vamos rezar, vamos realizar os encontros usando de forma criativa o material das Pontifícias Obras Missionárias nos grupos, nos movimentos, nas famílias, nas próprias celebrações da comunidade, nos meios de comunicação.

Todos somos convidados ao generoso gesto de partilha para ajudar os missionários e missionárias espalhados pelo mundo e principalmente naqueles contextos de pobreza material que necessitam de recursos para realizarem a missão e aliviar os sofrimentos dos irmãos e irmãs vivendo nas mais diversas “periferias humanas”. Portanto, nos dias 18 e 19 de Outubro façamos a COLETA NACIONAL PARA AS MISSÕES e assim o Dia Mundial das Missões será um momento de Partilha.

A Coleta será recolhida pela Cúria Diocesana e enviada ao seu destino como pedem as Pontifícias Obras Missionárias.

Deus vos abençoe e a todos cumule de ricas Bênçãos do Céu.

 –

Dom Eraldo Bispo da Silva – Bispo Diocesano

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS