Pesquisar
Close this search box.

DIOCESE
DE PATOS

Diocese de Patos sedia II ELJUMI

As terras da Virgem Senhora Da Guia, Padroeira da Diocese e da cidade de Patos foi sede do II ELJUMI – PB.

Aconteceu nos dias 19, 20 e 21 no Centro de Treinamento de Líderes (CTL) da Diocese, o II Encontro de Líderes da Juventude Missionária (II ELJUMI), da Província Eclesiástica da Paraíba.
Estiveram presentes jovens das Dioceses que formam a Província Eclesiástica: Arquidiocese da Paraíba, Diocese de Campina Grande, Diocese de Guarabira, Diocese de Cajazeiras além da Diocese de Patos, anfitriã do encontro.
Com o intuito de formar lideranças para atuarem na Juventude Missionária, que está ligada diretamente a Pontifícia Obra da Propagação da Fé (POPF), que por sua vez se trata de organismo missionário mundial sob a tutela do Santo Padre, o Papa Bento XVI, o Pe. Marcelo Gualberto refletiu a visão e a realidade do Jovem frente aos desafios da Missão.
Buscar uma identidade própria e uma Mística que encarne o ser “Jovem Missionário” é o apelo premente de toda a Igreja e particularmente da Juventude Missionária frente aos desafios da Nova Evangelização, que leve em conta o seu ambiente em comunhão com o mundo, demonstrando assim a Catolicidade da Fé.
Na ocasião foi eleita a Coordenação Estadual da Juventude Missionária, que ficou composta por: Seminarista Francisco Junior – Diocese de Cajazeiras, Romualdo – Diocese de Patos, Alexsandra – Diocese de Campina Grande, Severino – Diocese de Guarabira e Samara – Arquidiocese da Paraíba.
Ainda marcaram presença no II ELJUMI, o Pe. José Washington – Coordenador da Infância e Adolescência Missionária da Diocese de Patos e Maria da Luz – Coordenadora Estadual da Infância e Adolescência Missionária.
A Juventude Missionária tem um dos mais belos papéis no seio da Igreja, dando dinamicidade e vivacidade a Fé Católica, afirmou o Pe. Marcelo Gualberto, que em vários momentos ouviu atentamente as experiências positivas ou em construção de Grupos da Juventude Missionária, espalhados pelas Dioceses da Província Eclesiástica da Paraíba.
A realidade do jovem, vítima da pobreza, do desemprego, da crise no ensino e dos desafios do mundo pós – moderno foram alguns dos temas que permearam a formação das Lideranças da Juventude Missionária sempre numa perspectiva da Fé em Cristo Jesus, que também durante sua juventude revolucionou as estruturas sociais, políticas e religiosas de seu tempo.

*Carlos Silva – Pascom Diocesana.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS