Pesquisar
Close this search box.

DIOCESE
DE PATOS

1º ano da Páscoa do Diácono João Batista Fernandes

“Ninguém nasceu pra sofrer, mas a dor nos faz crescer”! (Pe Zezinho).

Pareceu-me indispensável lançar um olhar sereno e repleto de esperança para esta frase trecho de uma canção do Pe. Zezinho para exprimir minha saudade pelo 1º ano da Páscoa do Diácono Permanente João Batista Fernandes.

Neste dia 22 de maio de 2014 a Diocese de Patos faz memória do Diácono Permanente que após longo calvário foi acolhido no seio da eternidade, entrando na Jerusalém celeste.

Um homem simples, humilde e que personificava a figura do verdadeiro diácono, ou seja, um servidor da comunidade, um servo entre os servos.

O conheci antes em sua profissão como excelente Enfermeiro e quando veio a formação e conseqüente Ordenação Diaconal pude conviver mais próximo com um dedicado homem de Deus, bom esposo, irmão, filho e um pai amoroso.

Era comum dirigir-me a ele sempre com uma expressão: “Mestre João” a qual respondia sempre com um sorriso e um fraternal e afetuoso abraço que transmitia uma paz e serenidade inigualáveis.

Os últimos dias de sua habitação terrena demonstrou uma fé inabalável, não poucas vezes o via diante da Eucaristia contemplando o verdadeiro milagre que Deus por intercessão da Virgem Maria operara em sua vida.

Foram dias difíceis que o Diácono João suportava de maneira inimaginável, ou melhor, fazia valer a frase que escolhi para homenageá-lo: de fato ninguém nasceu pra sofrer, mas a dor nos faz crescer.

E como aquele homem cresceu espiritualmente.  Ao passo que a enfermidade lhe consumia, que as células não respondiam aos estímulos medicamentosos, que a dor aumentava, o físico se definhava, a alma, contudo se revigorava.

Creio firmemente que o Diácono João Batista foi não por coincidência, mas sim por providência tomado pela mão pela Virgem Maria, que o guiou ao encontro face a face com o Senhor

Rogo a Deus que na sua infinita bondade conceda ao Diácono João Batista Fernandes o merecido descanso eterno, prêmio dos que crêem e servem ao Senhor com alegria e fé.

Reveja o testemunho do Diácono João Batista durante a festa de Nossa Senhora da Guia

Carlos Silva – Pascom Diocesana

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS