DIOCESE
DE PATOS

18º Congresso Eucarístico Nacional em Recife – Pão em todas as mesas

“Esta é a segunda vez que Recife sedia o Congresso Eucarístico Nacional. A primeira foi no ano de 1939. Na ocasião, era o 3º Congresso Eucarístico Nacional. O bispo era Dom Miguel de Lima Valverde, e o tema que permeou o encontro foi: A Eucaristia e a vida cristã.”

Orani João, Cardeal Tempesta, O.Cist. –
Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro

De 11 a 15 de novembro, é realizado em Recife (PE), o 18º Congresso Eucarístico Nacional. Trata-se de um momento de toda a Igreja se reunir em torno da mesa da Eucaristia para agradecer a Deus por tão grande dom. O Congresso Eucarístico Nacional quer refletir sobre a importância do pão espiritual, que é o próprio Cristo, e também sobre o pão material. Através da partilha da Eucaristia que fazemos na Igreja, essa reflexão deve nos levar a partilhar de igual modo o pão material, sobretudo com aqueles que mais sofrem. Jesus nos ensinou a partilhar e, se estamos unidos a Cristo, devemos estar unidos entre os irmãos, olhando as necessidades do próximo.

Os congressos eucarísticos são realizados em todo o mundo, não é uma particularidade do Brasil. É uma oportunidade de os fiéis testemunharem a sua fé e, para a Igreja, apresentar aquilo que é a sua essência: a Eucaristia. Da mesma forma, quando celebramos a Solenidade de Corpus Christi, temos que sair às ruas com o ostensório, adorando o Corpo de Cristo, com alegria e felizes por sermos católicos.

A primeira edição do Congresso Eucarístico aconteceu em Lille, na França, em 1881, por meio de um grupo de leigos, com o apoio de São Pedro Julião Eymard, com a participação de bispos e fiéis de vários países europeus. No Brasil, o primeiro Congresso Eucarístico Nacional ocorreu na Arquidiocese de São Salvador, na Bahia, em 1933, embora já em 1922 aconteceu no Rio de Janeiro o Congresso Eucarístico do Centenário da Independência com uma grande participação de bispos, padres e fiéis.

Esta é a segunda vez que Recife sedia o Congresso Eucarístico Nacional. A primeira foi no ano de 1939. Na ocasião, era o 3º Congresso Eucarístico Nacional. O bispo era Dom Miguel de Lima Valverde, e o tema que permeou o encontro foi: A Eucaristia e a vida cristã.

O 3º Congresso Eucarístico Nacional foi realizado no Parque Treze de Maio, localizado no bairro da Boa Vista, área central do Recife. O Congresso deixou como marco a Igreja Santíssimo Coração Eucarístico de Jesus, conhecida como matriz do Espinheiro, na zona norte de Recife.

Para a realização deste 18º Congresso Eucarístico, houve um ano de preparação – de 14 de novembro do ano passado a 7 de novembro de 2022, depois de duas transferências de anos devido a pandemia. Essa preparação se deu por meio de celebrações eucarísticas, tríduos, encontros de liturgia e juventude, e uma série de concertos — o último foi realizado no dia 7 de novembro.

O 18º Congresso Eucarístico Nacional começou no dia 11 de novembro, às 15h, com a oração da tarde, na Catedral Metropolitana de Recife. Após esse momento, aconteceu a visita ao Museu de Arte Sacra e a recepção no Seminário de Olinda. Às 18h, aconteceu o ponto alto desse primeiro dia que foi a celebração eucarística no Centro de Convenções de Pernambuco.

O Congresso Eucarístico conta com uma programação vasta nos dias seguintes. Tem a celebração de Primeira Eucaristia nas paróquias, catequeses, feira católica, exposições e celebrações diárias. Mesmo após o Congresso, ainda haverá celebrações e alguns outros eventos, culminando com a missa do Sacramento da Crisma, no dia 5 de abril de 2023.

Quem não puder ir a Recife tem a opção de acompanhar o Congresso Eucarístico Nacional por meio das mídias católicas, TVs, internet e rádio. Sempre quando acontece um Congresso Eucarístico é um momento marcante para a Igreja e uma oportunidade de aprofundarmos mais ainda o conhecimento da fé.

Que a Eucaristia nos ajude a sermos mais irmãos e solidários, atentos às necessidades do próximo. Como diz o tema desse Congresso, “Pão em todas as mesas”, que as famílias tenham o alimento diário para saciar a sua fome e, ao mesmo tempo, que Cristo se faça presente em todos os lares.

A Eucaristia é para todos. Jesus não exclui ninguém. Ele acolhia pobres, pecadores e doentes. Jesus pregava a inclusão, indo na contramão do que a sociedade da época pensava. Do mesmo modo, como seguidores de Jesus devemos fazer o mesmo. Não excluir ninguém da refeição, seja à mesa da Eucaristia, como à mesa do alimento material.

Festejamos com alegria esse momento do Congresso Eucarístico Nacional, e que seja uma oportunidade para testemunhar a nossa fé. Assista aos momentos celebrativos junto com a família e ensine a seus filhos a importância do Corpo de Cristo. Do mesmo modo que Ele foi solidário, que todos nós também sejamos.

Segue abaixo a oração desse 18º Congresso Eucarístico Nacional, para rezarmos junto com nossa família e comunidade.

Ó Salvador do Mundo,
no deserto, Deus Pai alimentou o povo com o maná
e preparou na sua bondade uma mesa para o pobre.
Fazei que, neste Congresso Eucarístico Nacional,
ao celebrarmos o mistério da Palavra
que se fez Carne e Pão da vida,
vivamos em vós a comunhão
e a partilha de nosso pão de cada dia,
para que não haja necessitados entre nós.
Vós, cheio de compaixão, tomastes o pão,
destes graças e o distribuístes à multidão com fome.
E, para permanecer entre nós o sacrifício da Nova Aliança,
na última ceia, mandastes que o celebrássemos em memória de vós.
Concedei-nos que, ao participar do banquete
do vosso Corpo e do vosso Sangue
e adorando vossa presença na Eucaristia,
continueis a vossa ação, em nós e através de nós,
para que haja pão em todas as mesas.
À luz do Espírito Santo, pelo qual realizais hoje
o memorial da vossa Páscoa na Igreja,
façamos a opção evangélica pelos pobres,
como consequência da fé que age pela caridade,
e saiamos, com a Virgem Maria,
proclamando que Deus saciou de bens os famintos,
oferecendo a todos a vossa vida,
pelo anúncio alegre do Evangelho.
Amém.

Fonte: www.vaticannews.va

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS