Pesquisar
Close this search box.

DIOCESE
DE PATOS

Vocações e o chamado de Deus

A Igreja sempre procura zelar pelas vocações  e por isso reza e convida a comunidade a prestar este serviço que é a oração pelas vocações. Este gesto de pedir vocações é um pedido de Jesus, pois quando estava diante das multidões teve compaixão porque eram como ovelhas sem pastor. Ele mesmo disse: “Pedi ao Senhor da Messe que envie operários para a sua colheita, pois a messe é grande e poucos são os operários”.

Para intensificar este trabalho vocacional a Igreja Católica consagrou o mês de agosto como “o mês vocacional”. O Reino de Deus precisa de anunciadores e anunciadoras por isso mesmo devemos nos preocupar no sentido de motivar e incentivar as pessoas a uma resposta positiva ao chamado de Deus. No relacionamento vocacional existe aquele que se chama (Deus) e os chamados (nós).

O primeiro grande chamado que recebemos de Deus foi o chamado à vida. Todas as pessoas independentemente de religião podem usufruir desse dom maravilhoso que é a vida. Esta vida brota do coração de Deus. Os que fazem arte da comunidade cristã são chamados pelo batismo ao serviço do Reino. Por isso damos uma importância tão grande ao Sacramento do Batismo, pois através dele somos parte do corpo de Jesus que é a Igreja. Somos chamados a ser discípulos e missionários de Jesus e o que fazemos como membros da família dos batizados. Quando vivemos em comunidade estamos respondendo à vocação batismal.

Ao longo da vida cristã podemos descobrir qual a vontade de Deus para nós. Há vários caminhos, varias maneiras de servir a Deus e aos irmãos e irmãs. Temos as vocações específica, isto é chamado especial de Deus para uma total consagração.

— Vocação Matrimonial: Através deste chamado homens e mulheres (jovens) procuram responder ao apelo de Deus formando uma família, tornando-se colaboradores da obra da criação. Através do Sacramento do matrimônio os casais que se amam assumem o compromisso de testemunhar o amor de Deus no serviço aos filhos e à comunidade desempenhando a sua missão como batizados que ouviram o chamado de Jesus e na vida matrimonial testemunham sua fé. Esta vocação é lembrada na segunda semana e Agosto.

— Vocação Religiosa: Esta ‘e uma forma de muitos jovens (moças e rapazes) consagrarem a Deus a sua vida. Vivendo de forma radical o chamado de Deus. Temos muitas religiosos que dedicam a sua vida aos irmãos e irmãs sem reservas. O campo da missão é imenso no Brasil e em outros países. Os religiosos que são também missionários se lançam pelo mundo inteiro e superam as fronteiras para levar a todos o Evangelho de Jesus, fazendo da sua vida um serviço constante à vida e principalmente onde a mesma está mais ameaçada. Na terceira semanas de Agosto rezamos pela vocação Religiosa.

— Vocação  Sacerdotal: Jesus no início da sua missão chamou pessoas para acompanha-lo e entre estas pessoas estavam alguns homens (Apóstolos) a quem Ele confiou a missão de continuar a perpetuar a sua presença no mundo. Quando Ele disse “vem e segue-me”  fez a primeira experiência de pastoral vocacional. Aqueles primeiros ouviram e deixando tudo seguiram a Jesus. Jesus deixou com os seus primeiros seguidores apóstolos algumas tarefas muito nobres que eram tarefas dele mesmo, mas que precisava de pessoas para continuar a sua obra redentora. A celebração da Eucaristia e o perdão dos pecados são as principais tarefas dos apóstolos que hoje são os sacerdotes, os padres. O padre é alguém que entrega a sua vida através do ministério assumido na sua ordenação conferida pelo bispo. Ele assume a vida celibatária (não casado) para entregar-se mais plenamente à sua missão de pastor da comunidade. Na primeira semana de Agosto rezamos pelos padres e pela vocação sacerdotal.

— Entre as vocações especiais podemos lembrar de modo particular a vocação do(a) Catequista que é tão importante para a continuação da fé em Jesus Cristo. São homens e mulheres que se doam para a formação de nossas crianças, nossos jovens e adultos. Na ultima semana de Agosto rezamos por todos os catequistas.

Todas as vocações nascem de uma fonte chamada Batismo. A Igreja precisa de pessoas que vivam o seu batismo e por isso dão uma resposta positiva a Deus para o serviço na comunidade e na sociedade. Vocação é chamado de Deus e por isso é serviço. Como Jesus queremos ser servidores e servidoras para que todos tenham vida plena.

“Enviai Senhor, operários para a vossa messe, pois a messe ‘e grande, as comunidades são muitas, a missão ‘e urgente e os operários são poucos”. Somos todos convidados a ajudar as vocações rezando e colocando financeiramente para a formação de nossos vocacionados e vocacionadas para que tenham uma boa formação e, sobretudo o apoio e o incentivo para uma resposta segura ao chamado de Deus.

 –

Dom Eraldo Bispo da Silva

Bispo Diocesano de Patos-PB

Assista ao vídeo com a reflexão de Dom Eraldo sobre o Mês vocacional:

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS