Pesquisar
Close this search box.

DIOCESE
DE PATOS

Paróquia de Nova Olinda completa 50 anos de Fundação

A Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios da cidade de Nova Olinda-PB completou 50 anos de Fundação neste domingo, (30). A programação alusiva a esta importante data teve início no mês de Janeiro nas diversas festas dos padroeiros celebradas nas diversas comunidades pertencentes à Paróquia.

Outra atividade realizada para comemorar este aniversário foi a Semana Missionária dos Seminaristas da Diocese de Patos celebrada entre os dias 12 e 19 de Julho/2015.

Na manhã deste domingo foi celebrada Santa Missa às 9h da manhã na Igreja Matriz pelo Pe. João Romão, Pároco local.

A imagem bicentenária da padroeira Nossa Senhora dos Remédios foi entronizada na Santa Missa conduzida pela Senhora Ana Teotônio e a Senhorita Maria Teotônio. Tal imagem foi doada quando da construção da primeira capela tornando-se padroeira e dando o nome do engenho do seu dono à cidade que ora surgia.

Após a Proclamação do Evangelho foi lido um relato histórico dos primeiros passos da Paróquia desde o Século XIX quando foi celebrada a primeira missa no povoado no ano de 1890. Em seguida o jovem Zé Filho continuou as informações, fazendo a leitura do Decreto Nº 4 da Diocese de Patos no ano de 1965 pelo qual o Sr. Bispo Dom Expedito Eduardo de Oliveira oficializava a criação da Paróquia no dia 30 de Agosto de 1965.

O Pe. João comentou acerca da ação de graças e manifestou que a celebração pelo Jubileu de Ouro já Paróquia vem sendo celebrada desde o início do ano prosseguindo com demais atividades que ainda serão anunciadas. De início, haverá a Festa da Padroeira Nossa Senhora dos Remédios com início na próxima sexta-feira e o lançamento do Selo dos Correios em homenagem ao Jubileu da Paróquia, o mesmo será lançado com a presença de um Diretor da Empresa de Correios e Telégrafos na cidade no decorrer da Festa 2015.

Pe. João comentou a mensagem bíblica reafirmando o que diz a Escritura: ““Escutai-me, vós todos, e compreendei! Nada que, de fora, entra na pessoa pode torná-la impura. O que sai da pessoa é que a torna impura. Pois é de dentro, do coração humano, que saem as más intenções: imoralidade sexual, roubos” Mc. 7, 20-21.

Zé Filho  – Pascom Paroquial

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS