DIOCESE
DE PATOS

Procissão e missa do Domingo de Ramos em Nova Olinda-PB

A Semana Santa 2014 foi oficialmente aberta na Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios – Nova Olinda-PB, com missa na manhã deste domingo: Domingo de Ramos (13/04).

Os fiéis concentraram-se no Posto de Combustíveis (ao lado do Cemitério) desde às 6h da manhã. Pouco antes das 7h se deu a celebração. Em meio à comunidade e toda equipe litúrgica, o Pe. João Romão proclamou o Evangelho próprio para o momento (Mt. 21, 1 – 11) que narrou a entrada de Jesus em Jerusalém sendo saudado pelas pessoas que arrancavam ramos para lhe saudar. Homens da comunidade representaram os discípulos de Jesus.

Em seguida, Pe. João proferiu a oração de bênçãos dos ramos e aspergiu a todos. Após este momento, o padre motivou os presentes a seguirem em procissão.  Entoando cânticos quaresmais e orações os fiéis em procissão dos Ramos seguiram um grande trajeto: Rua Ver. Antônio Gonçalves, Av. Presidente João Pessoa, Rua Dr. João Lúcio até a Rua Pe. José Lopes, chegando à Igreja, para a continuidade da Santa Missa.

Ao chegarem, Pe. João proferiu uma oração e a equipe proclamou as leituras bíblicas – litúrgicas. O Evangelho (Mt. 27, 11 – 54) proclamado por uma equipe apresentou de forma dinâmica a condenação de Jesus em suas diversas cenas: Condenação no Palácio do Governador Pôncio Pilatos, crucificação e morte de Jesus. Após o término, Pe. João comentou o mesmo dizendo que Jesus foi condenado sem que encontrassem nele crime algum. Disse que além de Pilatos, o Sinédrio (Anás e Caifás) julgou Jesus. Sinédrio que conforme disse o padre, corresponderia ao STF conforme temos na justiça de hoje em dia.

Dizia o padre que Isaías mostrava uma atitude de língua adestrada e que era por Deus despertado toda manhã (1ª leitura: Is. 50, 4 – 7). Assim, Pe. João dizia que assim devemos ser cada um de nós: estando em oração cotidiana a Deus.

Pe. João mostrou que Jesus na cruz elevou oração a Deus: “Meu Deus, por que me abandonaste?”. Assim o padre mostrou que esse é o salmo 21 (22), o mesmo proclamado no dia de hoje. Dizia que Jesus como bom judeu era sempre pessoa que conhecia e praticava as Sagradas Escrituras, tal como neste exemplo.

 Após a Oração da Assembléia (Preces), foi realizada uma reflexão sobre a Campanha da Fraternidade 2014 e a campanha para a construção da Fazenda da Esperança (na cidade de Condado-PB) da Diocese de Patos. Temas como conversão, tráfico humano, solidariedade, dentre outros foram norteadores desta meditação.

Pascom Paroquial

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS