Pesquisar
Close this search box.

DIOCESE
DE PATOS

Dom Eraldo fala sobre Campanha da Fraternidade e alerta sobre violência em Patos

Dom Erado da Silva, Bispo diocesano de Patos, convocou na manhã da última sexta-feira, (13), a imprensa patoense para falar sobre a Campanha da Fraternidade (CF) deste ano, que tem inicio nesta quarta-feira de cinzas, dia em que a Igreja abre, oficialmente, o tempo de quarenta dias de reflexão e jejum chamado Quaresma.

A proposta da CF 2015 gira em torno da responsabilidade do serviço, seja na esfera social, política, religiosa e, principalmente, na convivência pessoal. É um forte apelo a estreitamos, cada vez mais, a prática da humildade no nosso cotidiano. Segundo Dom Eraldo, “na sociedade de hoje – do lucro, do capitalismo, da fama – há essa divergência de conceitos. Jesus diz que o importante é servir e colocar-se a serviço da vida”, enfatizou.

Realizada anualmente pela Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a CF é um momento para se debater sobre temas que atingem, em cheio, o seio da sociedade. Perguntado se a Igreja deveria entrar em temáticas sociais, Dom Eraldo foi enfático: “A página da Doutrina Social da Igreja não é inventada de uma forma institucional, mas é uma página do Evangelho, é a ação de Jesus no mundo. Esse argumento de que a Igreja não deveria entrar nesses assuntos é uma tentação para que nos acomodemos como cristãos ou discípulos de Jesus. Não podemos ficar calados diante das situações que acontecem”, destacou.

Dom Eraldo fez, ainda, um alerta para que as situações de violência, a droga, o alcoolismo, injustiça, a exploração de todos os tipos e gêneros da nossa sociedade não passem despercebidos. Todas as situações que afetam as pessoas afetam a igreja. “Como Patos está violenta! Quantos homicídios, droga, violência no transito… a Igreja escuta e juntos devemos procurar uma saída”, finalizou.

A Diocese de Patos pretende realizar ações como forma de marcar o período da Quaresma e deixar um legado positivo acerca daquilo que caracteriza a temática da CF deste ano, “Fraternidade: Igreja e Sociedade” – “Eu vim para servir” (Cf. Mc 10,45).

 José Filho

Pascom Diocesana

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS